Perspectiva Histórica 2017-12-04T13:47:20+00:00

 

Perspectiva Histórica

O nosso espírito associativo nasceu em 1982 de um restrito grupo de doentes que, não se conformando com o atraso do diagnóstico da sua doença e com a perda dos melhores anos para a prevenção e minimização das consequências incapacitantes, decidiram criar o então Núcleo de Espondilite Anquilosante (NEA), na altura inserido na Liga Portuguesa dos Deficientes Motores. A sede deste Núcleo começou a funcionar em instalações do Centro de Medicina Física e de Reabilitação de Alcoitão.

Actualmente a ANEA dispõe de uma Unidade Prestadora de Cuidados de Saúde/Sede Nacional da ANEA, com direcção clínica da Médica Fisiatra Drª Suzana Freire d’Andrade, para doentes com a nossa patologia, situada na Rua de Platão em São Domingos de Rana. Constituído por onze Núcleos Regionais (Lisboa, Leiria, Coimbra, Ovar, Porto, Braga, Ponte de Lima, Vila Real, Viseu, Cova da Beira e Algarve), os quais funcionam em instalações cedidas por outras entidades.

Os anos mais importantes da ANEA

Em Fevereiro, foi inaugurada a Unidade de Medicina Física e de Reabilitação, pela Dra. Luísa Portugal (Diretora do Instituto Nacional de Reabilitação, IP), Dr. Nunes Abreu (em representação do Ministro da Saúde) e Dr. António Capucho (Presidente da Câmara Municipal de Cascais), onde foi homenageado o Dr. Filipe Rocha tendo sido atribuído o seu nome a esta Unidade.

Para além da Sede, situada na Rua de Platão em São Domingos de Rana, a ANEA dispõe de onze Núcleos Regionais (Lisboa, Leiria, Coimbra, Ovar, Porto, Braga, Ponte de Lima, Vila Real, Viseu, Cova da Beira e Algarve), os quais funcionam em instalações cedidas por outras entidades.

Em 23 de Julho, foi inaugurada a UPCS/Sede Nacional, pela Senhora Secretária de Estado Adjunta e da Saúde e pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Cascais, com a presença de outras individualidades.

Deu-se início às relações entre a ANEA e as associações congénere espanholas, com a realização no Estoril do I Encontro Luso-Espanhol de associações de doentes com espondilite anquilosante.

Foi lançada a primeira pedra pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Cascais, traduzindo-se no começo da obra de construção da super estrutura da Unidade Prestadora de Cuidados de Saúde/Sede Nacional da ANEA, para doentes com a nossa patologia.

A ANEA passou a integrar a União das Instituições Particulares de Solidariedade Social.
Criou-se o Núcleo Regional de Lisboa, descentralizando-se assim as competências referentes à gestão das medidas de apoio preventivo aos associados da região de Lisboa, das competências específicas da Direção Nacional Dimensionou-se de modo consistente e progressivo o funcionamento de prestação de cuidados preventivos nos Núcleos Regionais de Coimbra, Leiria, Ovar, Porto e Viseu.
Também nesse ano foi estabelecido entre doze associações de doentes incluindo a ANEA, um protocolo de colaboração com a Apifarma.
A convite da Coordenadora das Associações Espanholas de Espondilite Anquilosante a Direção deslocou-se ao seu Encontro Nacional, em Fuenlabrada – Madrid.
Foi cedido pela Câmara Municipal de Cascais, em regime de comodato, um terreno de 1 500 m2 situado em São Domingos de Rana, para a construção da Unidade Prestadora de Cuidados de Saúde/Sede Nacional da ANEA.

Foram criadas duas classes de hidrocinesioterapia, no âmbito do alargamento da prestação de cuidados de saúde aos associados residentes na cidade de Lisboa.

Deu-se início aos Cursos Teórico Práticos para fisioterapeutas.

Entraram em funcionamento duas classes de ginástica nas instalações da Sede.

A sede da ANEA voltou a ser transferida, tendo passado para o Bairro Social de Alcoitão, em instalações construídas pela ANEA, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

Fomos recebidos em audiência pela Senhora Ministra da Saúde Dr.ª Maria de Belém Roseira.

Entraram em funcionamento duas classes de hidrocinesioterapia em Alcoitão e uma em Viseu.

Realizou-se no Monte Estoril, um Congresso Internacional sobre E.A. e o 4º Meeting da ASIF.

A sede da ANEA foi transferida para a Quinta da Bicuda, em instalações cedidas pela Câmara Municipal de Cascais.

São realizadas pelo Núcleo Regional de Coimbra as 1ª Jornadas Médicas Internacionais sobre E.A.

É eliminada a taxa moderadora para a E.A.

Enviamos duas fisioterapeutas a um curso sobre “Métodos e Técnicas para Tratamento de E.A.”, que se realizou em Loeche les Bains na Suíça Tomamos assento no “Grupo de Diálogo” no Secretariado Nacional de Reabilitação.

Foi aprovada em Assembleia-Geral da ANEA a criação de Núcleos Regionais, com o objetivo de descentralizar e alargar o apoio aos espondilíticos.

Foi elaborado o inquérito “A Propósito de Espondilíticos” que abordou as áreas emprego, habitação, transportes e independência pessoal e da família, da autoria das associadas Dras. Maria Helena Coelho e Maria de Lurdes Torres, apresentado no 1º Congresso Nacional de Reabilitação, organizado pelo Secretariado Nacional de Reabilitação.

Na cidade de Bath (Inglaterra), a ANEA colaborou na formação da Ankylosing Spondylitis International Federation (ASIF), em conjunto com as associações congéneres da Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Jugoslávia, Reino Unido e Suécia.

A ANEA relacionou-se com a Câmara Municipal de Cascais e ajudou a constituir a Comissão Permanente para a Pessoa Deficiente deste concelho, na qual continua presente e colaborante.

O Núcleo de E.A. torna-se autónomo e passa a sua designação para ANEA, é aceite neste mesmo ano como membro de pleno direito do Conselho Nacional de Reabilitação Publica o 1º número do Boletim Informativo, que teve, como seu Diretor o Dr. Filipe Gonçalves da Rocha.

Foi conferido o estatuto de Pessoa Coletiva de Utilidade Pública, conforme declaração da Direção-Geral da Segurança Social, publicada no Diário da República nº 277, III Série, de 2 de Dezembro desse ano.

Tivemos a 1ª Audiência pelo Ministério da Saúde, à data com a Ministra Dr.ª Leonor Beleza.

Estabelece-se relacionamento com o Secretariado Nacional de Reabilitação.

Realizou-se o 1º Encontro de Espondilíticos e seus Familiares.

Tivemos a 1ª Participação nos meios de comunicação social, no programa “Novos Horizontes” da RTP.

Tivemos a publicação do 1º Manual para Doentes sobre E.A.

A 1ª reunião científica sobre E.A.

Um restrito grupo de doentes que, não se conformando com o atraso do diagnóstico da sua doença e com a perda dos melhores anos para a prevenção e minimização das consequências incapacitantes, decidiram criar o então Núcleo de Espondilite Anquilosante (NEA), na altura inserido na Liga Portuguesa dos Deficientes Motores. A sede deste Núcleo começou a funcionar em instalações do Centro de Medicina Física de Reabilitação de Alcoitão.

  • Autocarros:  479 e 475 da empresa Scotturb
    Comboio: estação Oeiras da empresa CP
    GPS: coordenadas 38.702946, -9.346266